Futuro

A era das startups

Trabalhar para uma grande empresa não está dentro de meus planos. Não a menos um ideal. Para ganhar um bom salário lá, há dois grandes problemas: concorrer com muita gente, e essa muita gente ter pensamento antigo, ultrapassado.

Por outro lado, não há pessoas com pensamento antigo apenas em grandes empresas. Ainda há pessoas que sonham em estar da equipe de um novo Facebook ou um novo Twitter, algo que começa pequeno, e que irá ser adotado massivamente pelas pessoas e se tornar uma tendência onipresente da realidade de um futuro próximo. Isso me soa como um conto de fadas. Faz tempo que não acontece nada nesse sentido. O que não significa que não há mais oportunidades de ganhar dinheiro.

Como ex-estudante de Marketing, aprendi a ter um respeito e admiração especial não pelas grandes empresas, mas pelas pequenas. Elas têm um diferencial que por definição nunca será alcançado pelas grandes empresas: elas são mais rápidas e flexíveis. E isso permite que elas preencham as frestas de mercado que as grandes empresas são incapazes de preencher, o que inclue os momentos de crises financeiras.