Como criar um perfil de instalação no Drupal

É natural que todo Drupaleiro tenha um grupo de módulos e configurações que ele goste para as suas instalações de Drupal. No entanto, ter que fazer esse grupo de configurações a toda nova instalação de Drupal é chato e é uma perda de tempo. O Drupal oferece a possibilidade de se criar um profile de instalação, onde se é possível instalar um Drupal contendo já por padrão todas aquelas configurações que você gosta de fazer.

Criar um perfil de instalação no Drupal é muito fácil. Mas não vejo material sobre isso na internet. Portanto, acho interessante documentar a forma como se é possível criar um perfil de instalação para o Drupal.

 

Apenas para o exercício, vou determinar a seguinte tarefa para o perfil de instalação, em função de alguns pequenos ajustes que sempre faço nos Drupais que instalo. A idéia é fazer um perfil de instalação onde não preciso mais ficar fazendo os ajustes que sempre faço:

  • O perfil de instalação que iremos criar se chamará Meu Perfil.
  • Não ativar o Overlay e nem o Toolbar, que por padrão estão ativados na instalação Standard.
  • Instalar módulos Module Filter e Admin Toolbar, que não estão no código básico do Drupal.

Mãos à obra:

1. Jogue os arquivos do Drupal em uma pasta, já preparando para realizar a instalação.

2. Antes de proceder com a instalação, note uma pasta na raiz do Drupal chamada profiles e entre na pasta. Faça uma cópia da pasta chamada standard com um novo nome: meu_perfil.

3. Dentro da desta pasta, crie uma pasta chamada modules.

4. Faça o download dos módulos Module Filter e Admin Menu, respectivamente, neste e neste link. Então, descompacte dentro da pasta modules que você criou no passo anterior.

5. Renomeie os três arquivos. Onde está escrito standard, substitua pro meu_perfil.

6. Abra o arquivo meu_perfil.info e onde está escrito name = Standard, altere para name = Meu Perfil.

7. Ainda no mesmo arquivo, é hora de desativar os módulos indesejados. Remova as linhas dependencies[] = overlay e dependencies[] = toolbar. É aqui que você desativa os módulos Overlay e Toolbar, respectivamente.

8. Depois, ative os módulos que você quer. No final da listagem das dependencies[], adicione dependencies[] = module_filter e dependencies[] = admin_menu_toolbar.

9. Abra os arquivos meu_perfil.install e meu_perfil.profile. Substitua TODOS os termos standard_ por meu_perfil_. Recomendo que use o recurso do editor de texto para fazer a substituição automática.

PRONTO! Agora é só proceder para a instalação e você verá seu novo perfil criado.

Logo depois de terminar a instalação, você verá que todos os módulos que você configurou já estarão ativados logo da primeira vez que você acessar sua nova instalação de Drupal.

Agora, basta guardar a pasta do seu profile particular e usar para toda nova instalação do Drupal.

 

Observações:

1. Os módulos arquivos dos módulos, por padrão, costumam estar na pasta sites/all/modules, sites/default/modules ou sites/<seu_site>/modules. No caso de realizar uma instalação através de um perfil, os módulos serão lidos, obviamente, dentro da pasta profiles/meu_perfil/modules, e isso pode causar uma certa confusão em você ver o comportamento do Drupal alterado por um módulo externo à instalação básica e encontrar a pasta onde você normalmente espera encontrar os módulos vazia. Se você quiser, pode sem problemas copiar a pasta dos módulos para dentro de sites/all/modules e rodar o update.php. Feito isso, os módulos passarão a serem lidos na pasta habitual de módulos, e você encotrará sua instalação de Drupal com os módulos ativados normalmente. A partir daí, você pode até apagar sua pasta de perfil pessoal, e nada irá se alterar dentro da sua instalação de Drupal.

2. Toda vez que for colocar uma nova linha de dependencies[] correspondente ao módulo novo que você queira imbutir em sua instalação, você deve colocar o nome de máquina no módulo. Geralmente, ele é o mesmo nome da pasta depois que você baixa do site do Drupal de descompacta, mas às vezes não é. Quando não for, entre na pasta e procure o arquivo precedido pelo .module que, por padrão, sempre haverá e sempre corresponde ao verdadeiro nome de máquina do módulo.

3. Dentro da pasta do seu perfil pessoal, devem estar os conteúdos correspondentes ao que normalmente se encontra dentro de sites/all. Neste caso, colocamos apenas uma pasta modules com os módulos desejados dentro. Mas se quiser, podemos fazer a mesma coisa com um tema, ou mesmo um library.

4. O arquivo meu_perfil.install contém várias linhas de declarações usando a API do Drupal para realizar algumas pré-configurações para a nova instalação do Drupal. Neste artigo, eu mostrei apenas como criar uma nova instalação de Drupal para quem deseja ter uma nova instalação de Drupal já com alguns módulos ativados e desativados. Porém, esse arquivo também pode ser alterado para que além disso, você possa também já fazer outros tipos de configurações de Drupal, como criar uma nova instalação de Drupal já com um tipo de conteúdo personalizado, com um novo campo que você costuma criar, pôr usuários padrões em sua instalação, e o que mais você tiver condições de programar com o conhecimento da API do Drupal!

Comentar