Roadmap para a ser um desenvolvedor mobile

Antes de poder se intitular como desenvolvedor Android ou IOS, é importante que o programador tenha condições de saber o quanto que ele sabe e o quanto ele estará preparado para oferecer um aplicativo.

Antes de mais nada, sempre é bom deixar claro que existe a possibilidade de, em lugar de desenvolver um aplicativo para celular, desenvolver um site responsivo. O que diferencia um site responsivo de um aplicativo para celular é a capacidade que se tem de o programa controlar os componentes do telefone. Por exemplo, câmera fotográfica, giroscópio, búlsola, acelerômetro, gravação de som, ativação de notificações, utilização do gps entre outras são algumas possibilidades que não são possíveis dentro de um site responsivo. Além disso, o aplicativa provê um acesso mais fácil e rápido das funções da aplicação e neste caso, é muito apropriado para caso o usuário possua um grande envolvimento com a aplicação, além da possibilidade de provê ações sem precisar de uma conexão com a internet. Visto de outro modo, será a sua capacidade de acessar os componentes do celular que o fará um bom desenvolvedor de aplicações de celular.

Segue-se então, uma pequena lista de atividades que precisam ser cumpridas antes de se pôr no mercado. Tarefas que precisam ser feitas e que o desenvolvedor se sinta à vontade de realizá-las:

O básico, do início ao fim

Se certifique de que sabe os processos básicos necessários para ir do início até o fim em um projeto de aplicação de celular.

Hello World!

Crie um label escrito Hello World! e compile o seu programa no celular conectado no computador. Isso serve para se certificar de que você não vai tropeçar em nenhum passo básico e fundamental do processo de desenvolvimento de uma aplicação de celular.

Deploy

Instale a sua aplicação em um celular. Rode a aplicação, sem estar conectada no computador. Este passo serve para se certificar de que consegue portar sua aplicação para o celular.

Criação de um arquivo de instalação

No caso do Android, o nome do arquivo que instala uma aplicação se chama .apk. Este passo lhe certifica de que pode fazer a instalação da sua aplicação de forma totalmente independente de seu ambiente de desenvolvimento.

Navegação

Descubra na aplicação a forma certa de realizar a navegação em que você precisa passar por algumas telas. Se por um acaso estiver utilizando o Cordova, fique atento quanto sobre as duas formas de realizar uma navegação por telas (single page application ou diversas telas). Saiba bem as implicações da escolhar uma forma ou outra e pratique as duas formas de realizar a navegação.

Sensores

A utilização daquilo que realmente distingue um site responsivo de um aplicativo para celular. Saiba como extrair informações dos sensores do celular, exibindo e gravando-as dentro de seu dispositivo:

Acelerômetro

Saiba como extrair e exibir as informações geradas pelo acelerômetro.

Câmeras, frontal e traseira

Saiba como acionar, tirar foto e gravar a foto dentro de seu celular.

Gravação de audio

Grave localmente e reproduza o áudio.

GPS

Explore as oportunidades que existem com a capacidade de o celular buscar as informações de localização do usuário.

Giroscópio

A posição em que o celular se situa no espaço, é usado em aplicativos muito interessantes, como o Stellarium (Android).

Vibracall

Pode ser usado como uma forma alternativa de notificar e chamar a tenção do usuário, ou aumentar o envolvimento em algum jogo.

Monitoramento da bateria

O nível de carregamento da bateria pode ter impacto no funcionamento de seu aplicativo.

Recursos de telefone e armazenamento

Os recursos do telefone também distinguem a utilização de um site responsivo de uma aplicação de celular.

Acesso aos contatos do telefone

Alguns aplicativos pedem a permissão para acessar a lista de contatos.

Notificações

O recurso pelo qual o celular faz "avisos" para os usuários.

Fazer chamadas

Aprenda a fazer sua aplicação a enviar chamadas e a acessar outras aplicações instaladas em seu celular.

Manipulação de arquivos locais

Como gravar, mover, apagar arquivos do sistema de arquivos do telefone.

Reprodução de áudio

Dominar os recursos de emitir áudio nos vários formatos disponíveis.

Reprodução de vídeo

Saber também como exibir vídeos em diferentes formatos e integrar com com a "janela" do Android.

Gravação em banco de dados relacional

Pode parecer algo dispensável em um primeiro momento, mas pense que é importante saber aplicar os conhecimentos e boas práticas de gravação de dados em banco de dados relacional para dentro do telefone. É a forma mais comum de se armazenar dados. Melhor do que colocar o conteúdo de sua aplicação meramente em um arquivo.

Acesso à internet e à recursos de servidores

Os aplicativos de celulares emergiram já na época da intensa troca de informações com a internet. De nada adianta dominar os recursos próprios de telefonia e sensores do celular se não tem condições de estabelecer uma troca de informações com servidores da internet.

Baixar arquivos

A forma mais básica de troca de informação com a internet é a capacidade de baixar algum arquivo da internet. Primeiro você pode fazer por http, mas seria interessante também saber fazer isso por ftp também.

Enviar arquivos

É difícil pensar em desenvolver um produto viável sem ter o arcabouço de um servidor do qual você tenha o controle. Este servidor não só é importante para ter um meio na nuvem para receber os arquivos em seus testes, mas também para enviar respostas personalizadas, algo que é feito através de um webservice. Saber programar o webservice para se comunicar com o celular também é algo funcamental para poder entregar  uma aplicação de celular.

 

Mais importante do que ter domínio de todas essas atividades possíveis dentro de uma aplicação de celular, é ter a noção da sua verdadeira capacidade. De fato, ter domínio sobre todas essas possbilidades dentro de uma aplicação de celular é algo bastante difícil, e dependendo do tipo de necessidade que a aplicação supre, nem todas essas tarefas são requridas. Porque não há nada mais certo do que a frustração (tanto sua quanto a do cliente) do que se esbarrar com algo com o qual não estava prevendo se deparar.

Comentar